Menu

Capital Inicial - Letras e Músicas

Capital Inicial

Primeiros Erros

Meu caminho é cada manhã Não procure saber onde estou Meu destino não é de ninguém E eu não deixo os meus passos no chão Se você não entende não vê Se não me vê, não entende Não procure saber onde estou Se o meu jeito te surpreende Se

Capital Inicial

Depois da Meia Noite

Dias de verão e noites de inverno A cidade às vezes é um inferno Criei então um universo Onde tudo era perfeito e feito pra nós dois Passamos muito tempo sentados na calçada Falando sobre tudo e não dizendo nada Seu sorriso vale mais de mil palavras Deixa

Capital Inicial

À Sua Maneira

Ela dormiu no calor dos meus braços E eu acordei sem saber se era um sonho Algum tempo atrás pensei em te dizer Que eu nunca caí nas suas armadilhas de amor Naquele amor À sua maneira Perdendo o meu tempo A noite inteira Não mandarei cinzas de rosas Nem

Capital Inicial

Independência

Toda essa curiosidade Que você tem pelo que eu faço Eu não gosto de me explicar Eu não gosto de me explicar Toda essa intensidade Buscamos identidade Mas não sabemos explicar Mas não sabemos explicar Se paro e me pergunto Será que existe alguma razão Pra viver assim Se não estamos De verdade

Capital Inicial

Garotos

Seus olhos e seus olhares Milhares de tentações Meninas são tão mulheres Seus truques e confusões Se espalham pelos pêlos Boca e cabelo Peitos e poses e apelos Me agarram pelas pernas Certas mulheres como você Me levam sempre onde querem Garotos não resistem Aos seus mistérios Garotos nunca dizem não Garotos como eu Sempre

Capital Inicial

Quatro Vezes Você

Rafaela está trancada há dois dias no banheiro Enquanto a sua mãe Toma prozac, enche a cara e dorme o dia inteiro Parece muito, mas podia ser Carolina pinta as unhas roídas de vermelho Em vez de estudar Fica fazendo poses nua no espelho Parece estranho, mas podia

Capital Inicial

Não Olhe Pra Trás

Nem tudo é como você quer Nem tudo pode ser perfeito Pode ser fácil se você Ver o mundo de outro jeito Se o que é errado ficou certo As coisas são como elas são Se a inteligência ficou cega De tanta informação Se não faz sentido, discorde comigo Não

Capital Inicial

O Passageiro

Eu sou o passageiro Eu rodo sem parar Eu rodo pelos subúrbios escuros Eu vejo estrelas saindo no céu É o claro e o vazio do céu Mas essa noite tudo soa tão bem Entre no meu carro Nós vamos rodar Seremos passageiros à noite E veremos a cidade em

Capital Inicial

Natasha

Tem 17 anos e fugiu de casa Às sete horas da manhã no dia errado Levou na bolsa umas mentiras pra contar Deixou pra trás os pais e o namorado Um passo sem pensar Um outro dia, um outro lugar Pelo caminho, garrafas e cigarros Sem amanhã, por

Capital Inicial

Eu Nunca Disse Adeus

Eu não sei o que eu tô fazendo Mas, eu tenho que fazer Aquela noite que eu te conheci Eu acho que nunca vou esquecer Um momento quase perfeito Inocente em seus defeitos Tudo que é bom dura pouco E não acaba cedo Agora, pra sempre Foi embora, mas eu

Capital Inicial

Fátima

Vocês esperam uma intervenção divina Mas não sabem que o tempo agora está contra vocês Vocês se perdem no meio de tanto medo De não conseguir dinheiro pra comprar sem se vender E vocês armam seus esquemas ilusórios Continuam só fingindo que o mundo ninguém fez Mas

Capital Inicial

O Mundo

Thuruthu, thuruthu Thuruthu, thuruthu Thuruthu, thuruthu Thuruthu, thuruthu Thuruthu, thuruthu Thuruthu, thuruthu Você que já esteve no céu Foi tudo divertido pra você Chega a hora então De provar tudo que existe Tire agora os sapatos Jogue tudo pro alto Sinta o chão Aprender a andar descalço Num mundo de asfalto E sem coração Até que o

Capital Inicial

Fogo

Uuuu Você é tão acostumada A sempre ter razão Uuuu Você é tão articulada Quando fala não pede atenção O poder de dominar é tentador Eu já não sinto nada Sou todo torpor É tão certo quanto calor do fogo É tão certo quanto calor do fogo Eu já não tenho escolha E

Capital Inicial

Algum Dia

Ninguém nunca te disse Como ser tão imperfeito Você tem tão pouca chance De alcançar o seu destino É fácil fazer parte De um mundo tão pequeno Onde amigos invisíveis Nunca ligam outra vez Talvez até porque Ninguém mude por você Se você quer que eu feche os olhos Pra alguém que

Capital Inicial

Olhos Vermelhos

Os velhos olhos vermelhos voltaram Dessa vez Com o mundo nas costas E a cidade nos pés Pra que sofrer se nada é pra sempre? Pra que correr se nunca me vejo de frente Parei de pensar e comecei a sentir Nada como um dia após dia Uma noite,

Capital Inicial

Eu Vou Estar

Eu não vou pro inferno Eu não iria tão longe por você Mas vai ser impossível não lembrar Vou estar em tudo em que você vê Nos seus livros, nos seus discos Vou entrar na sua roupa E onde você menos esperar Eu vou estar Eu não vou pro

Capital Inicial

Demorei Muito Pra Te Encontrar

Demorei muito pra te encontrar Agora quero só você Teu jeito todo especial de ser Fico louco com você Te abraço e sinto coisas que eu não sei dizer Só sinto com você Meu pensamento voa de encontro ao teu Será que é sonho meu? Tava cansado de me

Capital Inicial

Veraneio Vascaína

Cuidado, pessoal, lá vem vindo a Veraneio Toda pintada de preto, branco, cinza e vermelho Com números do lado, dentro dois ou três tarados Assassinos armados, uniformizados Veraneio vascaína vem dobrando a esquina Porque pobre quando nasce com instinto assassino Sabe o que vai ser quando crescer

Capital Inicial

Tudo Que Vai

Hoje é o dia E eu quase posso tocar o silêncio A casa vazia Só as coisas que você não quis Me fazem companhia Eu fico à vontade com a sua ausência Eu já me acostumei a esquecer Tudo que vai Deixa o gosto, deixa as fotos Quanto tempo faz Deixa

Capital Inicial

Música Urbana

Contra todos E contra ninguém O vento quase sempre Nunca tanto diz Estou só esperando O que vai acontecer Eu tenho pedras Nos sapatos Onde os carros Estão estacionados Andando por ruas Quase escuras Os carros passam Contra todos E contra ninguém O vento quase sempre Nunca tanto diz Estou só esperando O que vai acontecer Eu tenho pedras Nos sapatos Onde