Menu

Falamansa - Letras e Músicas

Falamansa

Xote dos Milagres

Escrevi seu nome na areia O sangue que corre em mim sai da tua veia Veja só, você é a única que não me dá valor Então por que será que este valor é o que eu ainda quero ter Tenho tudo nas mãos, mas

Falamansa

Um Dia Perfeito

Hoje, a felicidade bate em minha porta Hoje, a alegria é de quem vai e depois volta Hoje é o dia perfeito pra fazer tudo direito O dia perfeito Se eu não pensar assim Quem vai pensar por mim? Se a tua fase é ruim Ela chegou ao fim E toda hora

Falamansa

Xote da Alegria

Se um dia alguém mandou Ser o que sou e o que gostar Não sei quem sou e vou mudar Pra ser aquilo que eu sempre quis E se acaso você diz Que sonha um dia em ser feliz Vê se fala sério Pra que chorar sua mágoa Se

Falamansa

Medo do Escuro

Tem dias que a gente acorda com medo do escuro, Tem dias que a gente dorme sente-se inseguro, Então quando a gente acorda e acende a luz pra ver, Percebo que já tenho tudo e só falta você, A cor do mar, o céu azul

Falamansa

Rindo À Toa

Tô numa boa, tô aqui de novo Daqui não saio, daqui não me movo Tenho certeza, esse é o meu lugar Aha, aha Tô numa boa, tô ficando esperto Já não pergunto se isso tudo é certo Uso esse tempo pra recomeçar Aah Aha Doeu, doeu, agora não dói Não

Falamansa

Xote Universitário

Eu perdi o vestibular de medicina A minha mãe ficou zangada E eu nem um pouco Eu não sei, mas talvez seja muito louco Aprender a receitar penicilina Sou nervoso e tenho medo de ver sangue Minha família quer me ver na cirurgia Costurando quem vem lá do

Falamansa

Oh, Chuva

Você que tem medo de chuva Você não é nem de papel Muito menos feito de açúcar Ou algo parecido com mel Experimente tomar banho de chuva E conhecer a energia do céu A energia dessa água sagrada Nos abençoa da cabeça aos pés Oh! chuva Eu peço que caia

Falamansa

Deixa Entrar

Eu nem dormi direito Isso não é defeito Até aproveito mais Na vida dá-se um jeito De se ganhar respeito e muito mais Que dança é essa? Dança pobre, dança rico Chega mais pra ver Vamo nessa, vamo nessa Que eu tô afim de conhecer Aquela gente brother, gente amiga Gente a

Falamansa

Confidência

Eu tenho um segredo menina Cá dentro do peito Que a noite passada Quase que sem jeito Bem na madrugada ia revelar Foi quando um amor diferente Tava nos meus braços Olhei pro espaço E vi lá no céu Uma estrela cadente se mudar Eu lembrei das palavras doces Que um dia

Falamansa

Fique Com a Saudade

Tire o seu olhar do meu, Que eu não sou mais teu Ja tenho um novo amor Se agora é tarde eu já vou me embora Fique com a saudade que te resta agora amor E se um dia volte a me encontrar Me trate com respeito,

Falamansa

Esperando Na Janela

Ainda me lembro do seu caminhar Seu jeito de olhar eu me lembro bem Fiquei querendo sentir o seu cheiro É da daquele jeito que ela tem O tempo todo eu fico feito tonto Sempre procurando mais ela não vem E esse aperto no fundo do peito Desses

Falamansa

Asas

Cê parece um anjo Só que não tem asas Oh, meu Deus quando asas tiver passe lá em casa... E ao sair Pras estrelas eu vou te levar Com a ajuda da brisa do mar Te mostrar onde ir E ao chegar Apresento a Lua e o Sol E no céu

Falamansa

Medo de Chuva

Você que tem medo de chuva Você não é nem de papel Muito menos, feito de açucar ou algo parecido com mel Experimente tomar banho de chuva E conhecer a energia do céu A energia dessa água sagrada Nos abençoa da cabeça aos pés Ôê, chuva! eu peço

Falamansa

Lixo no Lixo

Se no dia em que o mar enlouquecer O dia em que o sol se esconder O dia em que a chuva não conter O choro que caí, pra te dizer Que acabou o mundo e não sobrou mais nada Sujou a sua terra Poluiu a água E

Falamansa

Amigo Velho

Amigo velho Eu te desejo sorte Desejo tudo de bom Tô com você até a morte E eu sei você faria o mesmo Amigo, cê faria o mesmo Eu sei, você faria o mesmo Amigo velho Eu te desejo paz Desejo tudo de bom Acreditando cada dia mais Eu sei você faria

Falamansa

A Falta

Não suporto mais te ver assim Tão solitário e tão carente e eu tão ausente Olha a vida que deram pra gente. Não me importo mais em ser assim Tão complicado, mas valente, sigo em frente, Faço tudo que for diferente Mas correr atrás já é demais, Se

Falamansa

Avisa

Quero ver, quem segura essa barra Até a hora que eu voltar Vou sair, pra preencher um vazio no peito Tô meio sem jeito de falar Quero ver, se eu cair agora Quem é que vai me levantar Já pedi ao sol, Já pedi ao mar Já pedi à

Falamansa

Gotas de Amor

Começar Refletir com os pés na água Libera toda mágoa Despertar Na areia depois da festa Logo a lua é o que nos resta Aquela tarde parecia nos avisar O que à noite poderia acontecer Fechei os olhos e então Rezei com fé Em Deus É quem vai fazer Refrão (2x) Derrame o dom

Falamansa

Sapatilha 37

Olha o passo da menina que leve logo se percebe no seu caminhar o que ela que é dançar no meio do salão a confusão e láláiá pra disfarçar esqueci o nome dela, não sei se é Beatriz, não sei se é Gabriela, só lembro o numero da

Falamansa

100 Anos

É, não foi por falta de me avisar É, não adianta mais me consolar Se fui eu que escolhi assim Não quer dizer que seja bom pra mim O tempo passa, mas eu vejo como nada mudou É, as vezes não consigo me entender porque É, eu