Menu

Flávio José - Letras e Músicas

Flávio José

Espumas Ao Vento

Sei que aí dentro ainda mora um pedacinho de mim Um grande amor não se acaba assim Feito espumas ao vento Não é coisa de momento Raiva passageira Mania que dá e passa feito brincadeira O amor deixa marcas que não dá pra apagar Sei que errei e

Flávio José

A Casa da Saudade

A casa que vovô morou O meu pai herdou E passou pra mim Mas para arranjar amor novo Numa casa velha Ai é tão ruim Pensei em me casar com ela Mas a casa velha Ela não quis não Era o que eu mais queria Por isso doía O meu coração Troquei a

Flávio José

Tareco e Mariola

Eu não preciso de você O mundo é grande e o destino me espera Não é você quem vai me dar na primavera As flores lindas que eu sonhei no meu verão Eu não preciso de você Já fiz de tudo pra mudar meu endereço Já revirei

Flávio José

Quando Bate o Coração

Você chegou bem devagarinho No meu olhar Parecendo um bicho mansinho Querendo se aconchegar O meu anjo da guarda de bombeira Abriu a porta pra você entrar E agora já não tem mais jeito Haja amor e haja peito pra você morar Quando bate o coração Tudo pode acontecer A razão

Flávio José

A Natureza Das Coisas

Oh! chá lá lá lá lá lá lá Oh! chá lá lá lá lá lá lá Oh! chá lá lá lá lá lá lá Oh! coisa boa é namorar Se avexe não Amanhã pode acontecer tudo Inclusive nada Se avexe não A lagarta rasteja até o dia Em que cria

Flávio José

Mensageiro beija-flor

Queria lha mandar um beijo; Mas não achava um portador; Pra lhe falar do meu desejo; Pra lhe dizer como eu estou; Me comportei como criança; Que no brinquedo tropeçou; Por isso estou aqui pedindo pra você que esta partindo passarinho voador; Nem que seja de passagem entregue a

Flávio José

Meu Cenário

Nos braços de uma morena Quase morro um belo dia Ainda me lembro O meu cenário de amor Um lampeão aceso Um guarda-roupa escancarado Um vestidinho amassado Debaixo de um baton Um copo de cerveja E uma viola na parede E uma rede Convidando a balançar Num cantinho da cama Um rádio a meio

Flávio José

Caia Por Cima de Mim

Nunca mais eu vi maria Nunca mais eu vi o amor Guardo na lembrança a cor Do vestido dela Eu tô roendo Tô cheinho de saudade Meu amor por caridade Bote o rosto na janela Eu não aguento Tanta ausência tanta dor Parece que o amor Se esqueceu de mim Bateu a porta Deu

Flávio José

Filho do Dono

Não sou profeta Nem tão pouco visionário Mas o diário Desse mundo tá na cara Um viajante Na boléia do destino Sou mais um fio Da tesoura e da navalha Levando a vida Tiro verso da cartola Chora viola Nesse mundo sem amor Desigualdade Rima com hipocrisia Não tem verso nem poesia Que console um cantador A

Flávio José

Sem Ferrolho E Sem Tramela

Você entrou na minha vida de repente E me pegou de corpo aberto sem querer Amar de novo pra não sentir novamente O gosto amargo da saudade e do sofrer Ai você se aproveitou dessa fraqueza Fez o seu jogo de amor e sedução Entrou no jogo

Flávio José

Caboclo Sonhador

Sou um caboclo sonhador Meu senhor, viu? Não queira mudar meu verso Se é assim não tem conversa Meu regresso para o brejo Diminui a minha reza Coração tão sertanejo Vejam como anda plangente o meu olhar Mergulhado nos becos do meu passado Perdido na imensidão desse lugar Ao lembrar-me das

Flávio José

Difícil demais

De todo jeito procurei um jeito Mas não houve um jeito de me aproximar Nem uma palavra, nem sim nem que não Um pequeno riso, um simples olhar Não sabe meu nome nem quer aprender Quando telefono não pode atender Se marco um encontro há um imprevisto Pode

Flávio José

Segura o Chororô

Quando a saudade invade o coração da gente E pega a veia onde corria um grande amor Não tem conversa, nem cachaça que dê jeito Nem um amigo do peito que segure o chororô (2 X) Que segure o chororô Que segure o chororô Saudade já tem

Flávio José

Orgulho de Ser Nordestino

Além da seca ferrenha Do chão batido e da brenha O meu nordeste tem brio Quer conhecer então venha Que eu vou te mostrar a senha Do coração do Brasil São nove estados na raia Todos com banho de praia Num céu de anil e calor São nove estados unidos Crescentes

Flávio José

Seu Olhar Nao Mente

Amo você Já dá pra ver Que meu olhar diz tudo Meu coração Não fala, fica mudo Até parece nem me conhecer Só pra te ver Já andei várias léguas de saudade Vivi em busca da felicidade Fazendo tudo pra não te perder E o bem-querer que toma conta do meu

Flávio José

O meu país

Refrão: Tô vendo tudo, tô vendo tudo Mas, bico calado, faz de conta que sou mudo Um país que crianças elimina Que não ouve o clamor dos esquecidos Onde nunca os humildes são ouvidos E uma elite sem Deus é quem domina Que permite um estupro em cada

Flávio José

Pra Você Voltar Pra Mim

Você hoje faz questão de dizer que já me esqueceu Fala pra todo mundo que o seu maior erro foi eu Na verdade eu nem sei o que fiz pra você me deixar Me desculpe chorar, mas é que sinto tanta saudade Do seu corpo

Flávio José

De Mala e Cuia

Na minha casa tá sobrando espaço Guardei de mim um pedaço e reservei só pra você Na minha casa tá sobrando rede Sobra torno na parede, amor pra dar e vender Na minha casa toda hora é hora A gente ri, a gente chora, a gente

Flávio José

Me Diz Amor

Me diz amor como é que vai ficar Meu coração Sem teu amor Sem teu calor Sem teu carinho Na solidão (2x) Só de pensar me dá um arrepio Tudo é tão vazio, sem você amor Não imagino nem por um segundo Viver pelo mundo sem o teu calor Quando me