Menu

Gilberto Gil - Letras e Músicas

Gilberto Gil

Esperando Na Janela

Ainda me lembro do seu caminhar Seu jeito de olhar, eu me lembro bem Fico querendo sentir o seu cheiro É daquele jeito que ela tem O tempo todo eu fico feito tonto Sempre procurando, mas ela não vem E esse aperto no fundo do peito Desses que

Gilberto Gil

Palco

Subo nesse palco, minha alma cheira a talco Como bumbum de bebê, de bebê Minha aura clara, só quem é clarividente pode ver Pode ver Trago a minha banda, só quem sabe onde é Luanda Saberá lhe dar valor, dar valor Vale quanto pesa prá quem preza

Gilberto Gil

Andar Com Fé

Andá com fé eu vou Que a fé não costuma faiá Que a fé tá na mulher A fé tá na cobra coral Oh! Oh! Num pedaço de pão A fé tá na maré Na lâmina de um punhal Oh! Oh! Na luz, na escuridão Andá com fé eu vou Que a

Gilberto Gil

Esotérico

Não adianta nem me abandonar Porque mistério sempre há de pintar por aí Pessoas até muito mais vão lhe amar Até muito mais difíceis que eu prá você Que eu, que dois, que dez, que dez milhões, todos iguais Até que nem tanto esotérico assim Se eu

Gilberto Gil

Aquele Abraço

O Rio de Janeiro continua lindo O Rio de Janeiro continua sendo O Rio de Janeiro, fevereiro e março Alô, alô, Realengo Aquele abraço! Alô torcida do Flamengo Aquele abraço Chacrinha continua Balançando a pança E buzinando a moça E comandando a massa E continua dando As ordens no terreiro Alô, alô, seu Chacrinha Velho

Gilberto Gil

Estrela

Há de surgir Uma estrela no céu Cada vez que ocê sorrir Há de apagar Uma estrela no céu Cada vez que ocê chorar O contrário também Bem que pode acontecer De uma estrela brilhar Quando a lágrima cair Ou então De uma estrela cadente se jogar Só pra ver A flor do seu

Gilberto Gil

Drão

Drão! O amor da gente é como um grão Uma semente de ilusão Tem que morrer pra germinar Plantar nalgum lugar Ressuscitar no chão Nossa semeadura Quem poderá fazer aquele amor morrer Nossa caminhadura Dura caminhada Pela noite escura Drão! Não pense na separação Não despedace o coração O verdadeiro amor é vão Estende-se infinito Imenso monolito Nossa

Gilberto Gil

Tempo Rei

Não me iludo Tudo permanecerá Do jeito que tem sido Transcorrendo Transformando Tempo e espaço navegando Todos os sentidos... Pães de Açúcar Corcovados Fustigados pela chuva E pelo eterno vento... Água mole Pedra dura Tanto bate Que não restará Nem pensamento... Tempo Rei! Oh Tempo Rei! Oh Tempo Rei! Transformai As velhas formas do viver Ensinai-me Oh Pai! O que eu, ainda não sei Mãe

Gilberto Gil

Não Chores Mais (No Woman, No Cry)

No Woman, No Cry No Woman, No Cry No Woman, No Cry No Woman, No Cry Bem que eu me lembro Da gente sentado ali Na grama do aterro, sob o sol Ob-observando hipócritas Disfarçados, rondando ao redor Amigos presos Amigos sumindo assim Pra nunca mais Tais recordações Retratos do mal em si Melhor é

Gilberto Gil

Refazenda

Abacateiro acataremos teu ato Nós também somos do mato como o pato e o leão Aguardaremos brincaremos no regato Até que nos tragam frutos teu amor, teu coração Abacateiro teu recolhimento é justamente O significado da palavra temporão Enquanto o tempo não trouxer teu abacate Amanhecerá tomate e

Gilberto Gil

A Paz

A paz invadiu o meu coração De repente, me encheu de paz Como se o vento de um tufão Arrancasse meus pés do chão Onde eu já não me enterro mais A paz fez um mar da revolução Invadir meu destino; A paz Como aquela grande explosão Uma bomba

Gilberto Gil

Tenho Sede

Traga-me um copo d'água, tenho sede E essa sede pode me matar Minha garganta pede um pouco d'água E os meus olhos pedem teu olhar A planta pede chuva quando quer brotar O céu logo escurece quando vai chover Meu coração só pede teu amor Se não me

Gilberto Gil

Lamento Sertanejo

Por ser de lá Do sertão, lá do cerrado Lá do interior do mato Da caatinga do roçado Eu quase não saio Eu quase não tenho amigos Eu quase que não consigo Ficar na cidade sem viver contrariado Por ser de lá Na certa por isso mesmo Não gosto de cama

Gilberto Gil

Eu Só Quero Um Xodó

Que falta eu sinto de um bem Que falta me faz um xodó Mas como eu não tenho ninguém Eu levo a vida assim tão só... Eu só quero um amor Que acabe o meu sofrer Um xodó pra mim Do meu jeito assim Que alegre o meu viver Que

Gilberto Gil

Domingo no Parque

O rei da brincadeira Ê, José! O rei da confusão Ê, João! Um trabalhava na feira Ê, José! Outro na construção Ê, João!... A semana passada No fim da semana João resolveu não brigar No domingo de tarde Saiu apressado E não foi prá Ribeira jogar Capoeira! Não foi prá lá Pra Ribeira, foi namorar... O José como

Gilberto Gil

Back In Bahia

Lá em Londres, vez em quando me sentia longe daqui Vez em quando, quando me sentia longe, dava por mim Puxando o cabelo Nervoso, querendo ouvir Celly Campelo pra não cair Naquela fossa Em que vi um camarada meu de Portobello cair Naquela falta De juízo que eu

Gilberto Gil

Sítio do Pica-Pau Amarelo

Marmelada de banana, bananada de goiaba Goiabada de marmelo Sítio do Pica-Pau amarelo Sítio do Pica-Pau amarelo Boneca de pano é gente, sabugo de milho é gente O sol nascente é tão belo Sítio do Pica-Pau amarelo Sítio do Pica-Pau amarelo Rios de prata, pirata Zôo sideral na mata, universo

Gilberto Gil

Se Eu Quiser Falar Com Deus

Se eu quiser falar com Deus Tenho que ficar a sós Tenho que apagar a luz Tenho que calar a voz Tenho que encontrar a paz Tenho que folgar os nós Dos sapatos, da gravata Dos desejos, dos receios Tenho que esquecer a data Tenho que perder a conta Tenho que

Gilberto Gil

A Novidade

Uh! Heiê! Oh! Ô Ô Ô Ô Ô Ô Ô! Ah! Aaaah! Ô Ô Ô Ô Ô Ô Ô! Ah! Aaaah! Ô Ô Ô Ô Ô Ô Ô! Ah! Aaaah! Heiê! Heiê! Ô Ô Ô Ô Ô Ô Ô! Ah! Aaaah!... A novidade veio dar à praia Na qualidade rara de

Gilberto Gil

Toda Menina Baiana

Toda menina baiana tem Um santo que Deus dá Toda menina baiana tem Encantos que Deus dá Toda menina baiana tem Um jeito que Deus dá Toda menina baiana tem Defeitos também que Deus dá Que Deus deu, que Deus dá Que Deus entendeu de dar A primazia Pro bem, pro mal Primeira