Menu

Gonzaguinha - Letras e Músicas

Gonzaguinha

O Que É, o Que É?

Eu fico com a pureza Da resposta das crianças É a vida, é bonita E é bonita Viver E não ter a vergonha De ser feliz Cantar e cantar e cantar A beleza de ser Um eterno aprendiz Ah meu Deus! Eu sei, eu sei Que a vida devia ser Bem melhor e será Mas

Gonzaguinha

Começaria Tudo Outra Vez

Começaria tudo outra vez Se preciso fosse, meu amor A chama em meu peito Ainda queima, saiba! Nada foi em vão... A cuba-libre dá coragem Em minhas mãos A dama de lilás Me machucando o coração Na sêde de sentir Seu corpo inteiro Coladinho ao meu... E então eu cantaria A noite inteira Como já

Gonzaguinha

Lindo Lago do Amor

E bem que viu o bem-te-vi, A sabiá sabia já. A lua só olhou pro sol; A chuva abençoou O vento diz "ele é feliz" A águia quis saber Por quê, por que, pourquoi será O sapo entregou Ele tomou um banho d'água fresca No lindo lago do amor Maravilhosamente clara

Gonzaguinha

Qui Nem Jiló

Se a gente lembra só por lembrar Do amor que a gente um dia perdeu Saudade inté que assim é bom Pro cabra se convencer Que é feliz sem saber Pois não sofreu Porém, se a gente vive a sonhar Com alguém que se deseja rever Saudade intonce aí

Gonzaguinha

Sangrando

Quando eu soltar a minha voz Por favor entenda Que palavra por palavra Eis aqui uma pessoa se entregando Coração na boca Peito aberto Vou sangrando São as lutas dessa nossa vida Que eu estou cantando Quando eu abrir minha garganta Essa força tanta Tudo aquilo que você ouvir Esteja certa Que estarei vivendo Veja

Gonzaguinha

Um Homem Também Chora (Guerreiro Menino)

Um homem também chora Menina morena Também deseja colo Palavras amenas Precisa de carinho Precisa de ternura Precisa de um abraço Da própria candura Guerreiros são pessoas Tão fortes, tão frágeis Guerreiros são meninos No fundo do peito Precisam de um descanso Precisam de um remanso Precisam de um sono Que os tornem refeitos É triste ver

Gonzaguinha

É

É! A gente quer valer o nosso amor A gente quer valer nosso suor A gente quer valer o nosso humor A gente quer do bom e do melhor... A gente quer carinho e atenção A gente quer calor no coração A gente quer suar, mas de prazer A

Gonzaguinha

Espere Por Mim, Morena

Espere por mim, morena, Espere que eu chego já O amor por você morena Faz a saudade me apressar. Espere por mim, morena, Espere que eu chego já O amor por você, morena, Faz a saudade me apressar. Tire um sono na rede Deixa a porta encostada Que o vento da

Gonzaguinha

Nunca Pare de Sonhar

Ontem um menino Que brincava me falou Hoje é a semente do amanhã Para não ter medo Que este tempo vai passar Não se desespere, nem pare de sonhar Nunca se entregue Nasça sempre com as manhãs Deixe a luz do sol brilhar no céu do seu olhar Fé na

Gonzaguinha

Eu Apenas Queria Que Você Soubesse

Eu apenas queria que você soubesse Que aquela alegria ainda está comigo E que a minha ternura não ficou na estrada Não ficou no tempo presa na poeira Eu apenas queria que você soubesse Que esta menina hoje é uma mulher E que esta mulher é uma

Gonzaguinha

Asa Branca

Quando oiei a terra ardendo Qual fogueira de São João Eu preguntei, a Deus do céu, ai Por que tamanha judiação Que braseiro, que fornaia Nem um pé de prantação Por farta d'água perdi meu gado Morreu de sede meu alazão Inté mesmo a asa branca Bateu asas do sertão Entonce

Gonzaguinha

Recado

Se me der um beijo eu gosto Se me der um tapa eu brigo Se me der um grito não calo Se mandar calar mais eu falo Mas se me der a mão Claro, aperto Se for franco Direto e aberto Tô contigo amigo e não abro Vamos ver o

Gonzaguinha

Grito de Alerta

Primeiro você me azucrina Me entorta a cabeça Me bota na boca Um gosto amargo de fel... Depois Vem chorando desculpas Assim meio pedindo Querendo ganhar Um bocado de mel... Não vê que então eu me rasgo Engasgo, engulo Reflito e estendo a mão E assim nossa vida É um rio secando As pedras cortando E

Gonzaguinha

E Vamos À Luta

Eu acredito É na rapaziada Que segue em frente E segura o rojão Eu ponho fé É na fé da moçada Que não foge da fera E enfrenta o leão Eu vou à luta É com essa juventude Que não corre da raia À troco de nada Eu vou no bloco Dessa mocidade Que não

Gonzaguinha

Comportamento Geral

Você deve notar que não tem mais tutu e dizer que não está preocupado Você deve lutar pela xepa da feira e dizer que está recompensado Você deve estampar sempre um ar de alegria e dizer: tudo tem melhorado Você deve rezar pelo bem do patrão e esquecer

Gonzaguinha

Feliz

Para quem bem viveu o amor Duas vidas que abrem Não acabam com a luz São pequenas estrelas Que correm no céu Trajetórias opostas Sem jamais deixar de se olhar É um carinho guardado no cofre De um coração que voou É um afeto deixado nas veias De um coração que

Gonzaguinha

Semente do Amanhã (Nunca Pare de Sonhar)

Ontem um menino que brincava me falou que hoje é semente do amanhã... Para não ter medo que este tempo vai passar... Não se desespere não, nem pare de sonhar Nunca se entregue, nasça sempre com as manhãs... Deixe a luz do sol brilhar no céu

Gonzaguinha

Acredito Na Rapaziada

Eu acredito é na rapaziada Que segue em frente e segura o rojão Eu ponho fé é na fé da moçada Que não foge da fera e enfrenta o leão Eu vou à luta com essa juventude Que não corre da raia a troco de nada Eu

Gonzaguinha

Caminhos do Coração

Há muito tempo que eu saí de casa Há muito tempo que eu caí na estrada Há muito tempo que eu estou na vida Foi assim que eu quis, e assim eu sou feliz Principalmente por poder voltar A todos os lugares onde já cheguei Pois lá

Gonzaguinha

Explode Coração

Chega de tentar dissimular e disfarçar e esconder O que não dá mais pra ocultar e eu não quero mais calar Já que o brilho desse olhar foi traidor E entregou o que você tentou conter O que você não quis desabafar Chega de temer, chorar,