Menu

Jorge Aragão - Letras e Músicas

Jorge Aragão

Eu e Você Sempre

Logo, logo, assim que puder, vou telefonar Por enquanto tá doendo E quando a saudade quiser me deixar cantar Vão saber que andei sofrendo E que agora longe de mim Você possa, enfim Ter felicidade Nem que faça um tempo ruim Não se sinta assim Só pela metade Ontem demorei pra

Jorge Aragão

Tendência

Não... pra que lamentar O que aconteceu... era de esperar Se eu lhe dei a mão... foi por me enganar Foi sem entender, que amor não pode ha... ver Sem compreensão, a desunião... tende aparecer E aí está... o que aconteceu Você destruiu... o que era seu Veja

Jorge Aragão

Identidade

Elevador é quase um templo Exemplo pra minar teu sono Sai desse compromisso Não vai no de serviço Se o social tem dono, não vai... Quem cede a vez não quer vitória Somos herança da memória Temos a cor da noite Filhos de todo açoite Fato real de nossa história (2x) Se

Jorge Aragão

Enredo do Meu Samba

Não entendi o enredo Desse samba amor Já desfilei na passarela do teu Coração Gastei a subvenção Do amor que você me entregou Passei pro segundo grupo e com razão Passei pro segundo grupo e com razão Não entendi Não entendi o enredo Desse samba amor Já desfilei na passarela do teu Coração Gastei

Jorge Aragão

Conselho

Deixe de lado esse baixo astral Erga a cabeça enfrente o mal Agindo assim será vital para o teu coração É que em cada experiência se aprende uma lição Eu já sofri por amar assim Me dediquei mas foi tudo em vão Pra que se lamentar Se em

Jorge Aragão

Mutirão De Amor

Cada um de nós deve saber se impor E até lutar em prol do bem-estar geral Afastar da mente todo mal pensar Saber se respeitar Se unir pra se encontrar Por isso, vim propor Um mutirão de amor Pra que as barreira se desfaçam na poeira E seja o

Jorge Aragão

Coisa De Pele

Podemos sorrir, nada mais nos impede Não dá pra fugir dessa coisa de pele Sentida por nós, desatando os nós Sabemos agora, nem tudo que é bom vem de fora É a nossa canção pelas ruas e bares Nos traz a razão, relembrando palmares Foi bom insistir,

Jorge Aragão

Abuso de Poder

Lalalaiálaiálalalaiá Lalalaiálaiálalalaiá Lalalaiálaiálalalaiá...(2x) Eu disse a você Que eu tinha um amor Quem foi que mandou Você me desejar Também adorei O que você gostou A gente podia Até continuar... Mas só que você Só me quer pra você E só com você Eu não posso ficar Porque minha outra metade Na certa vai me procurar... Eu disse! Eu

Jorge Aragão

Malandro

Lá Laiá, Laiá Laiá, Laiá Laiá Laiá! Laiá, Laiá, Laiá, Laiá Laiá! Eh! Laiá, Laiá, Laiá Laiá Laiá! Laiá Laiá Laiá, Laiá Laiá!... Malandro! Eu ando querendo Falar com você Você tá sabendo Que o Zeca morreu Por causa de brigas Que teve com a lei... Malandro! Eu sei que você Nem se liga

Jorge Aragão

Feitio de Paixão

Queria o prazer do amor E assim desejando estou Só vou sossegar quando te conquistar. Botar todas cartas vou na mesa pra decidir Quem sabe lutando vou conseguir Sem conseguir, joguei búzios para tê-la sem favor Sem conseguir, fiz feitiço para ganhar o teu amor Sem conseguir, tomei

Jorge Aragão

Moleque Atrevido

Quem foi que falou Que eu não sou um moleque atrevido Ganhei minha fama de bamba No samba de roda Fico feliz em saber O que fiz pela música, faça o favor Respeite quem pode chegar Onde a gente chegou Também somos linha de frente de toda essa história Nós somos

Jorge Aragão

Já é

Não sei como aconteceu Dava tudo pra saber Onde você se escondeu? Tô pensando em escrever Uma carta de amor em forma de um coração Ou quem sabe lhe dizer que a nossa união Foi linda... Pra gente acabar assim... Ainda Se dependesse de mim, linda... Pra gente Acabar assim ainda... Pra onde

Jorge Aragão

Lucidez

Por favor! Não me olhe assim Se não for Por viver só pra mim Aliás! Se isso acontecer Tanto faz Já me fiz por merecer Mas cuidado, não vá se entregar Nosso caso não pode vazar E tão bom se querer Sem saber Como vai terminar Onde a lucidez se aninhar Pode deixar Quando a solidão

Jorge Aragão

Coisinha do Pai

O Coisinha Tão Bonitinha Do Pai, O Coisinha Tão Bonitinha Do Pai, O Coisinha Tão Bonitinha Do Pai, O Coisinha Tão Bonitinha Do Pai, O Coisinha Tão Bonitinha Do Pai, O Coisinha Tão Bonitinha Do Pai, O Coisinha Tão Bonitinha Do Pai, O Coisinha Tão Bonitinha Do Pai Voce

Jorge Aragão

E a vida mudou

Quando você quiser Fidelidade eu dou Não quero ter amor De outra mulher Fingindo solidão Comprava o meu prazer Foi só te conhecer, (pois) é... Minha vida mudou Minha vida mudou Parei com a bebida Com a noitada Me afastei da batucada Minha vida mudou Só sei que te quero Do meu lado Pra amar e

Jorge Aragão

Minta Meu Sonho

Hoje sinto a mesma dor Talvez menos que você, e... Não ter com quem conversar É como a saudade quer me ver Diz pra eu não te procurar Mas aqui estou Pedindo amor Pedindo pra ficar E depois do que eu disser Me perdoa se quiser, mas... Não magoa agora não Por

Jorge Aragão

Falsa Consideracao

Agora eu sei Que o amor que você prometeu Não foi igual ao que você me deu Era mentira o que você jurou Mas não faz mal Eu aprendi que não se deve crer Em tudo aquilo que alguém nos diz Num momento de prazer ou de amor Mas

Jorge Aragão

Do Fundo Do Nosso Quintal

Mais um pouco e vai clarear (ê vai clarear) } Nos encontraremos outra vez } Com certeza nada apagará } Esse brilho de vocês (vocês, vocês) } bis O carinho dedicado a nós } Derramamos pela nossa voz } Cantando alegria de não estarmos sós } * Boa

Jorge Aragão

Volta Por Cima

Chorei Não procurei esconder Todos viram, fingiram Pena de mim não precisava Ali onde eu chorei Qualquer um chorava Dar a volta por cima que eu dei Quero ver quem dava Um homem de moral Não fica no chão Nem quer que mulher Lhe venha dar a mão Reconhece a queda E não desanima Levanta,

Jorge Aragão

Papel de Pão

Eu nem sei dizer o que senti Quando eu acordei e não lhe vi Confesso que chorei Não suportei a dor É doloroso se perder um grande amor Mais alucinado eu fiquei Quando li o bilhete que encontrei Estava escrito num papel de pão Foi o que arrasou meu