Menu

Maria Bethânia - Letras e Músicas

Maria Bethânia

Gostoso Demais

Tô com saudade de tu, meu desejo Tô com saudade do beijo e do mel Do teu olhar carinhoso Do teu abraço gostoso De passear no teu céu É tão difícil ficar sem você O teu amor é gostoso demais Teu cheiro me dá prazer Quando estou com você Estou

Maria Bethânia

Oração ao Tempo

És um senhor tão bonito Quanto a cara do meu filho Tempo tempo tempo tempo Vou te fazer um pedido Tempo tempo tempo tempo Compositor de destinos Tambor de todos os ritmos Tempo tempo tempo tempo Entro num acordo contigo Tempo tempo tempo tempo Por seres tão inventivo E pareceres contínuo Tempo tempo

Maria Bethânia

Santo Antônio

Que seria de mim meu Deus Sem a fé em Antônio A luz desceu do céu Clareando o encanto Da espada espelhada em Deus Viva viva meu santo Saúde que foge Volta por outro caminho Amor que se perde Nasce outro no ninho Maldade que vem e vai Vira flor na alegria Trezena

Maria Bethânia

Quem Me Leva Os Meus Fantasmas

Aquele era o tempo Em que as mãos se fechavam E nas noites brilhantes as palavras voavam E eu via que o céu me nascia dos dedos E a ursa maior eram ferros acesos Marinheiros perdidos em portos distantes Em bares escondidos Em sonhos gigantes E a cidade vazia Da

Maria Bethânia

Carta de Amor

Não mexe comigo, que eu não ando só Eu não ando só, que eu não ando só Não mexe não! Não mexe comigo, que eu não ando só Eu não ando só, que eu não ando só Eu tenho Zumbi, Besouro, o chefe dos tupis Sou Tupinambá,

Maria Bethânia

Carcará

Carcará! Pega, mata e come Carcará! Num vai morrer de fome Carcará! Mais coragem do que homem Carcará! Pega, mata e come Carcará! Lá no sertão... É um bicho que avoa que nem avião É um pássaro malvado Tem o bico volteado que nem gavião Carcará.... Quando vê roça queimada Sai voando, cantando Carcará... Vai fazer sua caçada Carcará... Come

Maria Bethânia

Brincar de Viver

Quem me chamou Quem vai querer voltar pro ninho Redescobrir seu lugar Pra retornar e enfrentar o dia a dia Reaprender a sonhar Você verá que é mesmo assim Que a história não tem fim Continua sempre que você responde "sim" À sua imaginação À arte de sorrir cada vez

Maria Bethânia

Onde Estará O Meu Amor

Como esta noite findará E o sol então rebrilhará Estou pensando em você Onde estará o meu amor? Será que vela como eu? Será que chama como eu? Será que pergunta por mim? Onde estará o meu amor? Se a voz da noite responder Onde estou eu, onde está você Estamos

Maria Bethânia

Reconvexo

Eu sou a chuva que lança a areia do Saara Sobre os automóveis de Roma Eu sou a sereia que dança, a destemida Iara Água e folha da Amazônia Eu sou a sombra da voz da matriarca da Roma Negra Você não me pega, você nem

Maria Bethânia

Debaixo D’agua

Debaixo d'água tudo era mais bonito Mais azul, mais colorido Só faltava respirar Mas tinha que respirar Debaixo d'água se formando como um feto Sereno, confortável, amado, completo Sem chão, sem teto, sem contato com o ar Mas tinha que respirar Todo dia Todo dia, todo dia Todo dia Todo dia, todo

Maria Bethânia

Foguete

Tantas vezes eu soltei foguete Imaginando que você já vinha Ficava cá no meu canto calada Ouvindo a barulheira Que a saudade tinha É como diz João Cabral de Mello Neto Um galo sozinho não tece uma manhã Senti na pele a mão do teu afeto Quando escutei o

Maria Bethânia

Casinha Branca

Eu tenho andado tão sozinho ultimamente Que nem vejo em minha frente Nada que me dê prazer Sinto cada vez mais longe a felicidade Vendo em minha mocidade Tanto sonho perecer Eu queria ter na vida simplesmente Um lugar de mato verde prá plantar e prá colher Ter uma

Maria Bethânia

Tenha Calma

Quer me deixar Não sei porque Deixa eu pensar Pra sei lá, ver O que fazer Pra você ficar Sem seu amor A vida passa em vão Se você for O que é de vidro quebra no meu coração Seu olhar é lindo Ver você sorrindo é demais Por favor não faz Me dizer

Maria Bethânia

Canto de Oxum

Quando eu morrer voltarei para buscar os instantes que não vivi junto do mar Yèyé e yèyé s'oròodò, yèyé o yèyé s'oròodò Olóomi ayé s'óromon fée s'oròodò Oxum era rainha, Na mão direita tinha O seu espelho onde vivia á se mirar Quanto nome tem a Rainha do Mar? Quanto

Maria Bethânia

Sonho Meu

Sonho meu, sonho meu Vai buscar quem mora longe Sonho meu Vai mostrar esta saudade Sonho meu Com a sua liberdade Sonho meu No meu céu a estrela guia se perdeu A madrugada fria só me traz melancolia Sonho meu Sinto o canto da noite Na boca do vento Fazer a dança das

Maria Bethânia

Ronda

De noite eu rondo a cidade A lhe procurar, sem encontrar No meio de olhares espio Em todos os bares Você não está... Volto prá casa abatida Desencantada da vida O sonho, alegria me dá Nele você está... Ah! Se eu tivesse Quem bem me quisesse Esse alguém me diria Desiste, essa busca

Maria Bethânia

Sonho Impossível

Sonhar mais um sonho impossível Lutar quando é fácil ceder Vencer o inimigo invencível Negar quando a regra é vender Sofrer a tortura implacável Romper a incabível prisão Voar num limite improvável Tocar o inacessível chão É minha lei, é minha questão Virar este mundo, cravar este chão Não me importa

Maria Bethânia

Depois De Ter Você

Depois de ter você Pra que querer saber Que horas são? Se é noite ou faz calor Se estamos no verão Se o sol virá ou não Ou pra que é que serve Uma canção como essa? Depois de ter você Poetas para quê? Os deuses, as dúvidas Pra que amendoeiras pelas

Maria Bethânia

Cheiro de Amor

De repente fico rindo à toa sem saber por que E vem a vontade de sonhar de novo te encontrar Foi tudo tão de repente, eu não consigo esquecer E confesso tive medo, quase disse não Mas o seu jeito de me olhar, a fala

Maria Bethânia

Iemanjá Rainha do Mar

Quanto nome tem a Rainha do Mar? Quanto nome tem a Rainha do Mar? Dandalunda, Janaína Marabô, Princesa de Aiocá Inaê, Sereia, Mucunã Maria, Dona Iemanjá Onde ela vive? Onde ela mora? Nas águas Na loca de pedra Num palácio encantado No fundo do mar O que ela gosta? O que ela adora? Perfume Flor, espelho