Menu

Marisa Monte - Letras e Músicas

Marisa Monte

Ainda Bem

Ainda bem Que agora encontrei você Eu realmente não sei O que eu fiz pra merecer Você Porque ninguém Dava nada por mim Quem dava, eu não tava a fim Até desacreditei De mim O meu coração Já estava acostumado Com a solidão Quem diria que a meu lado Você iria ficar Você veio pra ficar Você

Marisa Monte

Gentileza

Apagaram tudo Pintaram tudo de cinza A palavra no muro Ficou coberta de tinta Apagaram tudo Pintaram tudo de cinza Só ficou no muro Tristeza e tinta fresca Nós que passamos apressados Pelas ruas da cidade Merecemos ler as letras E as palavras de gentileza Por isso eu pergunto A você no mundo Se é

Marisa Monte

Amor I Love You

Deixa eu dizer que te amo Deixa eu pensar em você Isso me acalma, me acolhe a alma Isso me ajuda a viver Hoje contei pras paredes Coisas do meu coração Passei no tempo, caminhei nas horas Mais do que passo a paixão É um espelho sem razão Quer amor,

Marisa Monte

Dança da Solidão

Solidão é lava Que cobre tudo Amargura em minha boca Sorri seus dentes de chumbo... Solidão, palavra Cavada no coração Resignado e mudo No compasso da desilusão... Viu! Desilusão, desilusão Danço eu, dança você Na dança da solidão...(2x) Camélia ficou viúva, Joana se apaixonou, Maria tentou a morte, Por causa do seu amor... Meu pai sempre me

Marisa Monte

Velha Infância

Você é assim Um sonho pra mim E quando eu não te vejo Eu penso em você Desde o amanhecer Até quando eu me deito Eu gosto de você E gosto de ficar com você Meu riso é tão feliz contigo O meu melhor amigo É o meu amor E a gente

Marisa Monte

Ainda Lembro

Ainda lembro o que passou Eu, você, em qualquer lugar Dizendo "Aonde você for eu vou" E quando eu perguntei Ouvi você dizer Que eu era tudo O que você sempre quis Mesmo triste eu tava feliz E acabei acreditando Em ilusões Eu nem pensava em ter Que esquecer você Agora vem você dizer: "Amor,

Marisa Monte

A Sua

Eu só quero que você saiba Que estou pensando em você Agora e sempre mais Eu só quero que você ouça A canção que eu fiz pra dizer Que eu te adoro cada vez mais E que eu te quero sempre em paz Tô com sintomas de saudade Tô

Marisa Monte

Ilusão

Uma vez eu tive uma ilusão E não soube o que fazer Não soube o que fazer Com ela Não soube o que fazer E ela se foi Porque eu a deixei Por que eu a deixei? Não sei Eu só sei que ela se foi Meu coração desde então Chora todos

Marisa Monte

Depois

Depois de sonhar tantos anos De fazer tantos planos De um futuro pra nós Depois de tantos desenganos Nós nos abandonamos como tantos casais Quero que você seja feliz Hei de ser feliz também Depois de varar madrugada Esperando por nada De arrastar-me no chão Em vão Tu viraste-me as costas Não me

Marisa Monte

De Mais Ninguém

Se ela me deixou, a dor É minha só, não é de mais ninguém. Aos outros eu devolvo a dó Eu tenho a minha dor. Se ela preferiu ficar sozinha, Ou já tem um outro bem Se ela me deixou a dor é minha, A dor é de

Marisa Monte

Não Vá Embora

E no meio de tanta gente eu encontrei você Entre tanta gente chata sem nenhuma graça, você veio E eu que pensava que não ia me apaixonar Nunca mais na vida Eu podia ficar feio, só, perdido Mas com você eu fico muito mais bonito Mais esperto E

Marisa Monte

Na Estrada

Tchururu! Tchu, Tchu, Tchu! Uau! Uau! Uau! Uau!...(4x) Lalalalalá! Lalalalalá! Lalalalalá! Lalalalalá! Lalalalá!... Ela vai voltar, vai chegar E se demorar, i'll wait for you Ela vem, e ninguém mais bela Baby, i wanna be yours tonight... Sem botão, no tempo No topo, no chão Em cada escada A caminhada A pé De caminhão... Seu horário

Marisa Monte

Beija Eu

Seja eu! Seja eu! Deixa que eu seja eu E aceita O que seja seu Então deita e aceita eu... Molha eu! Seca eu! Deixa que eu seja o céu E receba O que seja seu Anoiteça e amanheça eu... Beija eu! Beija eu! Beija eu, me beija Deixa O que seja ser... Então beba e receba Meu corpo

Marisa Monte

Eu Sei (Na Mira)

Um dia eu vou estar à toa E você vai estar na mira Eu sei que você sabe Que eu sei que você sabe Que é difícil de dizer O meu coração É um músculo involuntário E ele pulsa por você Um dia eu vou estar contigo E você vai

Marisa Monte

Bem Que Se Quis

Bem que se quis Depois de tudo Ainda ser feliz Mas já não há Caminhos pra voltar O que que a vida fez Da nossa vida? O que que a gente Não faz por amor? Mas tanto faz Já me esqueci De te esquecer porque O teu desejo É meu melhor prazer E o meu

Marisa Monte

Rosa

Tu és divina e graciosa Estátua majestosa No amor! Por Deus esculturada E formada com ardor... Da alma da mais linda flor De mais ativo olôr Que na vida é preferida Pelo beija-flor... Se Deus Me fora tão clemente Aqui neste ambiente De luz, formada numa tela Deslumbrante e bela... Teu coração Junto ao meu lanceado Pregado

Marisa Monte

Infinito Particular

Eis o melhor e o pior de mim O meu termômetro, o meu quilate Vem, cara, me retrate Não é impossível Eu não sou difícil de ler Faça sua parte Eu sou daqui, eu não sou de Marte Vem, cara, me repara Não vê, tá na cara, sou porta-bandeira

Marisa Monte

Segue o Seco

A boiada seca Na enxurrada seca A trovoada seca Na enxada seca Segue o seco sem secar que o caminho é seco Sem sacar que o espinho é seco Sem sacar que seco é o Ser Sol Sem sacar que algum espinho seco secará E a água que sacar

Marisa Monte

Carinhoso

Meu coração, não sei por que Bate feliz quando te vê E os meus olhos ficam sorrindo E pelas ruas vão te seguindo Mas mesmo assim Foges de mim Ah se tu soubesses como sou tão carinhosa E o muito, muito que te quero E como é sincero o

Marisa Monte

Vilarejo

Há um vilarejo ali Onde areja um vento bom Na varanda, quem descansa Vê o horizonte deitar no chão Pra acalmar o coração Lá o mundo tem razão Terra de heróis, lares de mãe Paraíso se mudou para lá Por cima das casas, cal Frutas em qualquer quintal Peitos fartos, filhos