Menu

Os Novos Baianos - Letras e Músicas

Os Novos Baianos

Mistério do Planeta

Vou mostrando como sou E vou sendo como posso Jogando meu corpo no mundo Andando por todos os cantos E pela lei natural dos encontros Eu deixo e recebo um tanto E passo aos olhos nus Ou vestidos de lunetas Passado, presente Participo sendo o mistério do planeta O tríplice mistério

Os Novos Baianos

29 Beijos

Eu não quero, não quero mais "preocupations" comigo E nem de leve águas passadas, canto e recanto de lágrimas no meu coração Eu não quero não Espero, espero Espero lhe ver, lhe encontrar Tenho 29 beijos pra lhe dar Tenho 29 beijos pra lhe dar Tenho 29 beijos

Os Novos Baianos

A Menina Dança

Quando eu cheguei tudo, tudo Tudo estava virado Apenas viro me viro Mas eu mesma viro os olhinhos Só entro no jogo porque Estou mesmo depois Depois de esgotar O tempo regulamentar De um lado o olho desaforo Que diz meu nariz arrebitado E não levo para casa, mas se você

Os Novos Baianos

O Samba da Minha Terra

Refrão:(2x) O samba da minha terra Deixa a gente mole Quando se canta, todo mundo bole Quando se canta, todo mundo bole Quando se canta, tudo mundo bole... Quem não gosta de samba Bom sujeito não é É ruim da cabeça Ou é doente do pé Eu nasci com o samba No

Os Novos Baianos

Preta Pretinha

Laiá Larará Lararará Larará Preta, Preta, Pretinha! Preta, Preta, Pretinha! Preta, Preta, pretinha! Preta, Preta, Pretinha! Enquanto eu corria Assim eu ía Lhe chamar! Enquanto corria a barca Lhe chamar! Enquanto corria a barca Lhe chamar! Enquanto corria a barca... Por minha cabeça não passava Só! Somente Só! Assim vou lhe chamar Assim você vai ser Só! Só!

Os Novos Baianos

Tinindo Trincando

Eu vou assim E venho assim Eu vou assim E venho assim Porque quem invade não Não chega não Chega não porque pera aí Sou mesmo assim Sou mesmo assim Sou mesmo assim Assim Um dia assim Um dia assado Um dia assim No duro tinindo tinindo trincando

Os Novos Baianos

Dê Um Rolê

Não se assuste pessoa Se eu lhe disser que a vida é boa Não se assuste pessoa Se eu lhe disser que a vida é boa Enquanto eles se batem, dê um rolê e você vai ouvir Apenas quem já dizia Eu não tenho nada Antes de você

Os Novos Baianos

Guria

Guria, guria Queria, queria Queria o que, ô guria? Caiu pra você Mastigue, corta, roa Assuma no mapa Conforme o seu atual Estágio de animal Ou pensas que é à toa Que nego diz: Ô, bicho! Então marcou e marcar É pior que perder gol E queixas só dá rugas E o vento seca,

Os Novos Baianos

Acabou Chorare

Acabou chorare, ficou tudo lindo De manhã cedinho, tudo cá cá cá, na fé fé fé No bu bu li li, no bu bu li lindo No bu bu bolindo No bu bu bolindo No bu bu bolindo Talvez pelo buraquinho, invadiu-me a casa, me acordou na

Os Novos Baianos

Eu Sou o Caso Deles

Minha velha é louca por mim Só porque eu sou assim Meu pai, por sua vez Se liga na minha E nos "butecos" onde passa Não dá outro papo Eu sou o caso deles Sou eu que esquento a vida deles No fundo, no fundo Coloco os velhos no mundo Boto

Os Novos Baianos

Brasil Pandeiro

Chegou a hora dessa gente bronzeada mostrar seu valor Eu fui à Penha, fui pedir a Padroeira para me ajudar Salve o Morro do Vintém, Pendura a saia eu quero ver Eu quero ver o tio Sam tocar pandeiro para o mundo sambar O Tio

Os Novos Baianos

Farol da Barra

Quando o sol se põe Vem o farol Iluminar as águas da Bahia No Farol da Barra, o encontro é pouco A conversa é curta, tudo é tão rápido como se furta Como a luz bate nas águas Como tudo que se passa Com tanto cabeludo, com tanto pôr-do-sol Bem

Os Novos Baianos

Besta é Tu

Besta é tu! Besta é tu! Besta é tu! Besta é tu! Não viver nesse mundo Besta é tu! Besta é tu! Besta é tu! Besta é tu! Se não há outro mundo... Porque não viver? Não viver esse mundo Porque não viver? Se não há outro mundo Porque não viver? Não

Os Novos Baianos

Na cadência do samba

Batucada de bamba Cadência bonita do samba Batucada de bamba Cadência bonita do samba Batucada de bamba Cadência bonita do samba Batucada de bamba Cadência bonita do samba Eu sei que vou morrer Não sei o dia Levarei saudades da Maria Sei que vou morrer Não sei a hora Levarei saudades da Aurora Quero morrer

Os Novos Baianos

Swing de Campo Grande

Minha carne é de carnaval O meu coração é igual Minha carne é de carnaval O meu coração é igual Minha carne é de carnaval O meu coração é igual Aqueles que têm uma seta E quatro letras de amor Por isso onde quer que Eu ande em qualquer pedaço Eu

Os Novos Baianos

Os Pingos da Chuva

Quando o céu estiver preto e das nuvens até as sombras assombram. (bis) É só o reflexo do que está acontecendo. Só está faltando fósforo. Me dê aí! Não esqueça que nesse momento o vento sacode as árvores e o clima que fica e o ar agitado. Dizendo

Os Novos Baianos

Linguagem do Alunte

Be-o-bó-le-a-la, bola Te-é-té-le-a-la, tela A-te-é-té-le-a-la, a te lá Te-Lê-a-la-le-e-lê-li, lua Re-a-rá-rê-e-ré-rê-e-ri, rua Aí já é alunte Semelhante dela ouvir Porque não temos tempo Pra esses papos pensados Estamos na linguagem do alunte Palavra nova que dispensa explicação Pra lá, muito pra lá de alucinação Ter quer dizer nada Ande, termemos Acompanhe o dia Chegue a extrema Luz

Os Novos Baianos

Cosmos e Damião

Qui qui qui qui não é qui qui qui Que bom é bom demais pra ser aqui Onde um faz hum e outro hum hum Mas que bom, todos hum! Como um dia, não ria Sorria como nós! Porque vós tem nome doce, e um som de

Os Novos Baianos

Vagabundo Não é Fácil

Se eu não tivesse com afta até faria uma serenata pra ela. Que veio cair de morar em cima da minha janela. (bis) De cima deitada, acordada, sentada na cama, espantando os mosquitos. Enquanto eu faço um remédio da minha cabeça. Misturando mel

Os Novos Baianos

Quando Você Chegar

Quando você chegar, é mesmo que eu estar vendo você Sempre brincando de velho Me chamando de Pedro Me querendo menino que viu de relance Talvez um sorriso em homenagem a Pedro Quando você chegar, é mesmo que eu estar vendo você Sempre brincando de velho Me chamando