Menu

Vanessa da Mata - Letras e Músicas

Vanessa da Mata

Ainda Bem

Ainda bem Que você vive comigo Porque senão Como seria esta vida? Sei lá, sei lá Nos dias frios em que nós estamos juntos Nos abraçamos sob o nosso conforto De amar, de amar Se há dores, tudo fica mais fácil Seu rosto silencia e faz parar As flores que me

Vanessa da Mata

Segue o Som

Segue o som e pense um pouco no que está fazendo Relaxe seu semblante e pense no que está se metendo Eu não queria dizer nada, mas sou sua amiga Enxergue além de você e pense na medida Vamos sair um pouco pra dançar Vamos ver

Vanessa da Mata

Amado

Como pode ser gostar de alguém E esse tal alguém não ser seu Fico desejando nós, gastando o mar Pôr-do-sol, postal, mais ninguém Peço tanto a Deus Para lhe esquecer Mas só de pedir me lembro Minha linda flor Meu jasmim será Meus melhores beijos serão seus Sinto que você é

Vanessa da Mata

Vermelho

Gostar de ver você sorrir Gastar das horas pra te ver dormir Enquanto o mundo roda em vão Eu tomo o tempo O velho gasta solidão Em meio aos pombos na Praça da Sé O pôr do Sol invade o chão do apartamento Vermelhos são seus beijos Que meigos

Vanessa da Mata

Nossa Canção

Olha aqui Preste atenção Essa é a nossa canção Vou cantá-la seja aonde for Para nunca esquecer O nosso amor O nosso amor Veja bem, foi você A razão e o porquê De nascer esta canção assim Pois você é o amor Que existe em mim Você partiu e me deixou Nunca mais você

Vanessa da Mata

Eu Sou Neguinha?

Eu tava encostado ali minha guitarra Num quadrado branco, vídeo papelão Eu era um enigma, uma interrogação Olha que coisa Mas que coisa à toa, boa, boa, boa, boa, boa Eu tava com graça Tava por acaso ali, não era nada Bunda de mulata, muque de peão Tava em

Vanessa da Mata

Boa Sorte / Good Luck (feat. Ben harper)

É só isso Não tem mais jeito Acabou, boa sorte Não tenho o que dizer São só palavras E o que eu sinto Não mudará Tudo o que quer me dar É demais É pesado Não há paz Tudo o que quer de mim Irreais Expectativas Desleais That's it There's no way It's over, good luck I've nothing left

Vanessa da Mata

Case-se Comigo

Case-se comigo Antes que amanheça Antes que não pareça tão bom pedido Antes que eu padeça Case comigo Quero dizer pra sempre Que eu te mereço Que eu me pareço Com o seu estilo E existe um forte pressentimento dizendo Que eu sem você é como você sem mim Antes que amanheça,

Vanessa da Mata

Não Me Deixe Só

Não me deixe só Eu tenho medo do escuro Eu tenho medo do inseguro Dos fantasmas da minha voz Não me deixe só Eu tenho medo do escuro Eu tenho medo do inseguro Dos fantasmas da minha voz Não me deixe só Tenho desejos maiores Eu quero beijos intermináveis Até que os

Vanessa da Mata

Minha Herança: Uma Flor

Achei você no meu jardim Entristecido Coração partido Bichinho arredio Peguei você pra mim Como a um bandido Cheio de vícios E fiz assim, fiz assim Reguei com tanta paciência Podei as dores, as mágoas, doenças Que nem as folhas secas vão embora Eu trabalhei Fiz tudo, todo meu destino Eu dividi, ensinei de

Vanessa da Mata

Ai, Ai, Ai

Tchunanananã! Ná nã nã! Ná nã nã! Ná nã nã! Tchunanananã! Ná nã nã! Ná nã nã! Ná nã nã! Tchunananã! Ná nã nã! Ná nã nã! Ná nã nã! Tchunanananã! Ná nã nã! Ná nã nã! Ná nã nã! Tchunanananã! Ná nã nã! Ná nã nã! Ná nã nã! Tchunanananã! Ná

Vanessa da Mata

Ninguém É Igual a Ninguém (Desilusão)

Por que houve o amor Por alguém que nunca o priorizou? Por que houve profundidade Se ele era raso e não sentia o coração? Por que esse amor se disse forte Se quem o teve nunca o quis? Nunca se deu de verdade E o evitou quando mais

Vanessa da Mata

Meu Aniversário

Hoje é meu aniversário Corpo cheio de esperança Uma eterna criança, meu bem Hoje é meu aniversário Quero só noticia boa Também daquela pessoa, oba Hoje eu escolhi passar o dia cantando De hoje em diante Eu juro felicidade a mim Na saúde, na saúde, juventude, na velhice Vou pelos caminhos

Vanessa da Mata

História de Uma Gata

Me alimentaram Me acariciaram Me aliciaram Me acostumaram O meu mundo era o apartamento Detefon, almofada e trato Todo dia filé-mignon Ou mesmo um bom filé... de gato Me diziam todo momento Fique em casa, não tome vento Mas é duro ficar na sua Quando à luz da lua Tantos gatos pela rua Toda

Vanessa da Mata

Ilegais

Desse jeito vão saber de nós dois Dessa nossa vida E será uma maldade veloz Malignas línguas Nossos corpos não conseguem ter paz Em uma distância Nossos olhos são dengosos demais Que não se consolam, clamam fugazes Olhos que se entregam Ilegais Eu só sei que eu quero você Pertinho de mim Eu

Vanessa da Mata

Absurdo

Havia tanto pra lhe contar A natureza Mudava a forma o estado e o lugar Era absurdo Havia tanto pra lhe mostrar Era tão belo Mas olhe agora o estrago em que está Tapetes fartos de folhas e flores O chão do mundo se varre aqui Essa idéia do natural

Vanessa da Mata

As Palavras

As palavras saem quase sem querer Rezam por nós dois Tome conta do que vai dizer Elas estão dentro dos meus olhos Da minha boca, dos meus ombros Se quiser ouvir É fácil perceber Não me acerte Não me cerque Me dê absolvição Faça luz onde há involução Escolha os versos para

Vanessa da Mata

Passarinhos (part. Emicida)

Despencados de voos cansativos Complicados e pensativos Machucados após tantos crivos Blindados com nossos motivos Amuados, reflexivos E dá-lhe anti-depressivos Acanhados entre discos e livros Inofensivos Será que o sol sai pra um voo melhor Eu vou esperar, talvez na primavera O céu clareia e vem calor vê só O que sobrou

Vanessa da Mata

Te Amo

Mas o pior não é não conseguir É desistir de tentar Não acredite no que eles dizem Perceba o medo de amar Eu cresci ouvindo anedotas, clichês e Chacotas Frustrações Sobre amasiar, se casar Se entregar seria fraquejar Te amo, te amo, te amo Te amo, te amo, te amo E se

Vanessa da Mata

É Tudo o Que Eu Quero Ter

Se você resolver chegar Trará amor Amor Com o seu sorriso de sol Vai clarear Se resolver chegar Vai Distribuir amor É Na sensação de paz Isso é o infinito Se resolver chegar Vem Nada pode parar Nós Dançando o amanhecer Paz É tudo o que eu quero ter Me perdoa Não posso deixar Você partir Assim Eu não tava tão bem Naquele instante Pra