Menu

Victor e Leo - Letras e Músicas

Victor e Leo

Borboletas

Percebo que o tempo já não passa Você diz que não tem graça amar assim Foi tudo tão bonito, mas voou pro infinito Parecido com borboletas de um jardim Agora você volta E balança o que eu sentia por outro alguém Dividido entre dois mundos Sei que estou

Victor e Leo

Não Precisa

Paula Fernandes: Você diz que não precisa Viver sonhando tanto Que vivo a fazer Demais, por você Diz que não precisa A cada vez que canto Uma canção a mais, pra você Mas tem que ser assim Pra ser de coração Não diga não precisa Ah ah ahh Tem que ser assim É seu

Victor e Leo

Vida Boa

Moro num lugar Numa casinha inocente do sertão De fogo baixo aceso no fogão Fogão à lenha ai ai Tenho tudo aqui Umas vaquinha leiteira Um burro bão Uma baixada ribeira E um violão e umas galinha ai ai Tenho no quintal uns pés de fruta e de flor E no

Victor e Leo

10 Minutos Longe de Você (part. Henrique e Juliano)

Dizem que os olhos são como o espelho Que seu brilho sempre reflete aquilo que seu coração tá cheio Dizem que a boca descreve momentos Com palavras de amor revelando o que trago no meu peito Na minha história com você não é tão diferente E

Victor e Leo

Na Linha do Tempo

Eu te dei O ouro do Sol A prata da Lua Te dei as estrelas Pra desenhar o teu céu Na linha do tempo O destino escreveu Com letras douradas Você e eu Há quanto tempo eu esperava Encontrar alguém assim Que se encaixasse bem nos planos Que um dia fiz pra mim Você

Victor e Leo

Fada

Fada, fada querida Dona da minha vida Você se foi Levou meu calor Você se foi, mas não me levou Lua, lua de encanto Ouça pra quem eu canto Ela levou minha magia Mas ela é minha alegria Vejo uma luz, uma estrela brilhar Sinto um cheiro de perfume no ar Vejo

Victor e Leo

Senhorita

Senhorita, o Sol está se pondo E o tempo esgota o meu sonho Senhorita, olhando o seu retrato Te sinto aqui do meu lado Não vou me perder na ilusão De abrir, em vão, meu coração Ignoro a razão Vou te chamar e te dar meu coração Singela paixão Senhorita,

Victor e Leo

Nova York

Essa é a história de um novo herói Cabelos compridos ao rolar no vento Pela estrada, no seu caminhão Gravado no peito a sombra de um dragão Tinha um sonho: Ir pra Nova York E levar a namorada Fazer seu caminhão voar nas nuvens Mas enquanto isso, na

Victor e Leo

Deus e Eu No Sertão

Nunca vi ninguém Viver tão feliz Como eu no sertão Perto de uma mata E de um ribeirão Deus e eu no sertão Casa simplesinha Rede pra dormir De noite um show no céu Deito pra assistir Deus e eu no sertão Das horas não sei Mas vejo o clarão Lá vou eu cuidar

Victor e Leo

O Tempo Não Apaga

Olhando o céu Lembrei que tudo que vivemos não passou E pra dizer mais Pensei que temos outra chance de fazer Nosso Sol brilhar em mim Em você O tempo não apaga, não desfaz O beijo que eu desejo sempre mais Não posso esquecer o seu olhar no meu Eu

Victor e Leo

Meu Eu Em Você

Eu sou o brilho dos teus olhos ao me olhar Sou o teu sorriso ao ganhar um beijo meu Eu sou teu corpo inteiro a se arrepiar Quando em meus braços você se acolheu Eu sou o teu segredo mais oculto Teu desejo mais profundo, o

Victor e Leo

Sem Limites Pra Sonhar (Part. Lucyana)

Há uma chance da gente se encontrar Há uma ponte pra nós dois em algum lugar Quando homem e mulher Se tocam num olhar Não há força que os separe Há uma porta que um de nós vai ter que abrir Há um beijo que ninguém vai

Victor e Leo

Amigo Apaixonado

Pensando bem Eu gosto mesmo de você Pensando bem quero dizer Que amo ter te conhecido Nada melhor que eu deixar você saber Pois é tão triste esconder Um sentimento tão bonito Hoje mesmo vou te procurar Falar de mim Sei que nem chegou a imaginar Que eu pudesse te amar

Victor e Leo

Nada Normal

Lareira pra acender Um céu pra se olhar E tudo está tranquilo por aqui Você vai me vencer Eu vou me apaixonar Não há mais o que decidir Dos nossos lábios Todas as palavras nada dizem Aos nossos olhos Tudo que já vimos foi vertigem E é tudo tão real Mas nada

Victor e Leo

Tem Que Ser Você

Um dia seus pés vão me levar Onde as minhas mãos não podem chegar Me leva onde você for Estarei muito só sem o seu amor Agora é a hora de dizer Que hoje eu te amo Não vou negar Que outra pessoa não servirá Tem que ser você Sem

Victor e Leo

Tempo de Amor

É tempo de amor E o vento se acalma O céu fica azul Por dentro da alma Te sinto na paz Que tem nas campinas Nas águas puras, claras Que brotam das minas É tempo de amor De curar a dor Luz na escuridão Seu beijo cheio de paixão É tempo de amor De

Victor e Leo

Momentos

Há momentos inevitáveis Que o coração da gente pede respostas É nessa hora Que a gente diz que não entende a vida e chora Se a gente soubesse O quanto merece cada um O que cada um tem A gente nada pediria Simplesmente o bem faria Para merecer o bem Eu,

Victor e Leo

Cavalo Enxuto

Eu tenho um vizinho rico, fazendeiro endinheirado Não anda mais a cavalo, só compra carro importado Eu conservo a minha tropa e o meu cavalo ensinado O fazendeiro moderno só me chama de quadrado Namoramos a mesma moça, vejam só o resultado Um dia, a moça

Victor e Leo

Vai Me Perdoando

Vai me perdoando Esse meu jeito estranho Eu sei que fez você sofrer Tudo era mentira E você quis pagar pra ver Sei que é a hora Hora de dizer adeus Vai me perdoando Esquece aqueles planos Tudo o que eu te prometi Sei que é difícil encarar que seja o

Victor e Leo

Fotos

Joguei fora fotos de nós dois Reviver você não me faz bem Nem vai me trazer o que já foi Você mudou muito e eu também Finjo que o tempo não passou Busco em outros olhos ver você Fotos do que foi o nosso amor Não revelam outra