Menu

Xiru Missioneiro - Letras e Músicas

Xiru Missioneiro

Corpo Esgualepado

Cada dia que passa parceiro Meu corpo véio me dá uma sintoma Resquícios de uma vida bruta De tropiada, de esquila e de doma O corcova de bagual criado E manotaço de égua redomona E o cansaço que hoje me governa O reumatismo me entrevando as perna É o

Xiru Missioneiro

Lamento de Cantador

Voltei no meu pago pra pisar na grama Cheirar o campo do legoamirim Rever o rastro da carreta grande Nem tocas o rimo no pé de cupim Encher a pipa na fonte nativa Caminhar por cima da taipa do açude Fazer aquilo que eu já tinha feito E

Xiru Missioneiro

Isso É Pra Acabar Com o Cheque do Leite

O Rudi foi na cidade fazer rancho pro piazito Mas caiu na tentação e se foi pro chinaredo Se chegou muito faceiro, já chamou uma bonitinha Vem sentar aqui no meu perna, já traz uma geladinha A morena era bonita, destas de assombrar o palhaço Tirou

Xiru Missioneiro

Não Fale o Nome Dela

Não falem o nome dela perto de mim Não falem porque senão eu choro de novo Estou sofrendo por uma mulher Que judia de mim O que eu sinto por ela está chegando ao fim Meu coração está num sufoco Só eu que sei a dor e

Xiru Missioneiro

O Répi do Guasca

Fala ai tchê! Essa é a história de um guri, que se criou domando numa estância e se guasqueou pro povoado e um dia voltou bem loco e atarentado me disse: -Seguinte, saquei teu lance pô... Esse piá tá sempre loco de chera pó de reboco toma chá

Xiru Missioneiro

Animalzinho teimoso

Eu sou um xiru "véio" com mais de setenta com terra nas venta da poeira da estrada falei pra mim mesmo, será que tu aguenta e me fui pras tibúrcias dá uma namorada topei com uma tianga louca das pata que lá pela tasca era respeitada bananeira

Xiru Missioneiro

O Rabo da Comadre

Um dia deste eu tava em casa Sem mesmo sem ter o que fazer Fui visitar meus compadres Que há tempos passo sem ver É um casal que eu considero e estimo com prazer E eu chegar na casa deles ouvi a comadre dizer Compadre espere um

Xiru Missioneiro

Amor de Atravessado

Xirú Missioneiro - Amor De Atravessado A minha mué hoje amanheceu azeda Com as guampa torta só ralhando com os guri Porque eu saí anteontém e porque vim agora cedo Ela tá puta da cara que saber onde eu dormi Menti pra ela que me encontrei

Xiru Missioneiro

O Guasca e a Roqueira

Tô namorando uma magra, nosso amor tá ferradito Mas muitos já tem me dito que eu só vou me incomodá Porque eu sou bagual e meio e ela é fissurada em roque Mas se ligou nos meus toque, quero vê o que que vai

Xiru Missioneiro

Mandingas do Tio Nanato

Gaúcho da Fronteira encilhou o mouro velho, se enfiou numa vila pra dar um rebordeio Se atracou num truco e se entupiu de whisky, agarrou uma pinguancha e enforquilhou no joelho Foram pra tarimba e a orelha murchou e a tchanga ficou pedindo

Xiru Missioneiro

Retruco da Marculina

(agora eu vou contá meu romance c'oa marculina, Essa neguinha que tem me judiado e me feito sofre, por demais) A minha marculina só me enchia o saco Gritava buraco e eu fiquei azedo Me fui pro praiedo me raparo os troco Mas bebi que nem

Xiru Missioneiro

Nega Marcolina

Nega Marcolina (Tenho andado bem faceiro, arrumei uma nega agora, Pedro Bica) Num fim de tarde eu chegava do campo Dei uns grito: - Cadê a Marcolina; Revirei por tudo que foi canto Mas já vi de pronto, fugiu a minha china. Faz uns versos pra mandar

Xiru Missioneiro

Nossa Senhora Aparecida

Esteja onde estiver Nunca estarei sozinho Tenho alguém que me guia E me mostra o caminho A luz dos meus olhos São os olhos teus Alegria da vida Foi você quem me deu Você fez meu mundo Traçou o meu destino Leva este meu canto Como se fosse um menino Qualquer hora do

Xiru Missioneiro

Deixa Disso

( minha filha, venha cá O pai está feliz contigo, mas um pouco assustado Você se tornou um sucesso, minha filha A tal de gostosa que todo home qué ter Tá ficando com todo mundo, cuidado filha) Ai deixa disso minha filha deixa disso Ai deixa disso

Xiru Missioneiro

Assoprando Fogo de Chão

Eu ando tudo esgualepado só de gorpeá redomão Peguei uns bagual criado de arrancá o couro das mão E a minha muié fica em casa cuidando da gurizada Pede a deus que eu ganhe uns troco pra pagar a água atrasada A luz já cortaram

Xiru Missioneiro

Pela Bucho

Já veio suro, veio macho e queixo roxo Foi o que disse a parteira quando eu nasci Eu sou crioulo do Rio Grande abagualado Mais um motivo de tocar e cantar pra ti Eu vim no mundo pra gostar só do que é bom Canha, bochincho,

Xiru Missioneiro

Tando Mais Ou Menos Tá Louco De Bom

Tando Mais Ou Menos Tá Louco De Bom Tando mais ou menos tá louco de bom Por que a cosa nunca teve do jeito que tá Se dá pra ir levando no modo regular Total, bem bom não vai ficar. Se ainda semo dono do nosso

Xiru Missioneiro

Oração de Gaúcho

De manhã quando levanto Que firmo meus pés no chão Elevo meu pensamento E faço minha oração Agradecendo ao senhor Por me dar inspiração E ter-me feito um poeta Defensor da tradição (obrigado senhor pelo ar e pela luz Pela fé e pela cruz Que carrego com paciência Por minha voz, por

Xiru Missioneiro

Casa Das Tias

Minha mulher foi embora e me deixou sozinho Tive que arrumar outra para o seu lugar Fui acendendo vela pra tudo que é santo Apelei pra macumba e o saravá Livros de auto-ajuda não adiantaram Então fui conversar com um amigo meu Entrega pra jesus o teu

Xiru Missioneiro

Casal de Louco

Eu fui sem sorte com a minha china Por ser bonita me encambichei nela Faceira e disposta pitel de menina Vi desfilando numa passarela Falei pra ela vou alevantar um rancho Socado a garrão que é pra nós morá Já logo tu aprende cantar e tocá gaita E