Menu

Xutos & Pontapés - Letras e Músicas

Xutos & Pontapés

O Homem Do Leme

Sozinho na noite Um barco ruma para onde vai. Uma luz no escuro brilha a direito Ofusca as demais E mais que uma onda, mais que uma maré Tentaram prendê-lo impor-lhe uma fé Mas, vogando à vontade, rompendo a saudade Vai quem já nada teme, vai o homem

Xutos & Pontapés

Para Sempre

O nosso amor de sempre Brilhará, p'ra sempre Ai, meu amor O que eu já chorei por ti Mas sempre P'ra sempre Vou gostar de ti Juro, meu amor que sempre Voltarei, p'ra sempre Ai, meu amor O que eu já chorei por ti Mas sempre P'ra sempre Gostarei de ti Ai, meu amor O que

Xutos & Pontapés

A Minha Casinha

As saudades que eu já tinha Da minha alegre casinha Tão modesta quanto eu Meu deus como é bom morar Modesto primeiro andar A contar vindo do céu As saudades que eu já tinha Da minha alegre casinha Tão modesta quanto eu Meu deus como é bom morar Modesto primeiro andar A

Xutos & Pontapés

À Minha Maneira

A qualquer dia, A qualquer hora, Vou estoirar, pra sempre. Mas entretanto, enquanto tu duras, Tu poes-me tão quente. Já sei que hei-de arder na tua fogueira, mas será sempre, sempre à minha maneira. E as forças que me empurram E os murros que me esmurram Só é para lutar, À minha

Xutos & Pontapés

Para Ti Maria

De Bragança a Lisboa São 9 Horas de distância Q'ria ter um avião P'ra lá ir mais amiúde Dei cabo da tolerância Rebentei com três radares Só para te ter mais perto Só para tu me dares E saio agora! E vou correndo! E vou-me embora! E vou correndo! Já não demora! E vou

Xutos & Pontapés

Sem Eira Nem Beira

Anda tudo do avesso Nesta rua que atravesso Dão milhões a quem os tem Aos outros um "passou bem" Não consigo perceber Quem é que nos quer tramar Enganar, despedir Ainda se ficam a rir Eu quero acreditar Que esta merda vai mudar E espero vir a ter uma vida bem

Xutos & Pontapés

Contentores

A carga pronta metida nos contentores Adeus aos meus amores que me vou P'ra outro mundo É uma escolha que se faz O passado foi lá atrás A carga pronta metida nos contentores Adeus aos meus amores que me vou P'ra outro mundo Num voo nocturno num cargueiro espacial Não

Xutos & Pontapés

O Mundo Ao Contrário

"Onde Vais?" Perguntas tu, Ainda meio a dormir. "Não sei bem" Respondo eu, Sem saber o que vestir. "Porque sais?, Ainda é cedo, E tu não sabes mentir." "Nem eu sei, Só sei que fica tarde E eu tenho de ir." Bem depois, De estar na rua, Instalou-se uma dor Por nós dois, Talvez sair Tivesse sido o

Xutos & Pontapés

Não Sou O único

Pensas que eu sou um caso isolado Não sou o único a olhar o céu A ver os sonhos partirem À espera que algo aconteça A despejar a minha raiva A viver as emoções A desejar o que não tive Agarrado ás tentações E quando as nuvens partirem O céu

Xutos & Pontapés

Dia De S. Receber

Embora falar da arte Da arte de sobreviver Daquela que se descobre Quando não há que comer Há os que roubam ao banco Os que não pagam por prazer Os que pedem emprestado E os que fazem render Este dia a dia é duro É duro de se levar É de

Xutos & Pontapés

Aqui Ao Luar

Ela sorriu E ele foi atras Ela despiu E ela o satifaz Passa a noite, passa o tempo Devagar Já é dia, já é hora De voltar Aqui ao luar, Ao pé de ti, Ao pé do mar, Só o sonho fica só ele pode ficar... (2x) Ela sorriu E ele foi atras Ela despiu E ela o

Xutos & Pontapés

Remar, Remar

Mares convulsos, ressacas estranhas Cruzam-te a alma de verde escuro As ondas que te empurram As vagas que te esmagam Contra tudo lutas Contra tudo falhas Todas as tuas explosões Todas as tuas explosões Redundam em silêncio Redundam em silêncio (2x) Nada me diz Berras às bestas Que te sufocam Em abraços viscosos Cheios de pavor Esse

Xutos & Pontapés

Por Quem Não Esqueci

Há uma voz de sempre Que chama por mim Para que eu lembre Que a noite tem fim Ainda procuro, Por quem ñ esqueci Em nome de um sonho, Em nome de ti Refrão Procuro à noite, um sinal de ti Espero à noite, por quem não esqueci Eu peço à noite,

Xutos & Pontapés

Tonto

Eu senti-me um pouco Tonto Sem saber o que fazer Talvez fosse a tua Imagem Talvez fosse por Querer Ao certo abriste-me a Porta Mas eu não queria entrar Só queria uma miragem Só queria naufragar Faz tanto tempo Tanto tempo E tu chegaste tão perto Que te apertei no meu peito Já não era uma miragem Era

Xutos & Pontapés

Circo De Feras

A vida vai torta Jamais se endireita O azar persegue Esconde-se à espreita Nunca dei um passo Que fosse o correto Eu nunca fiz nada Que batesse certo Enquanto esperava no fundo da rua Pensava em ti e em que sorte era a tua Quero-te tanto...(quero-te tanto) Quero-te tanto...(quero-te tanto) De modo que

Xutos & Pontapés

Conta-me Histórias

Agora que pousas a cabeça na almofada e respiras satisfeito quero o teu amor sem sentido nem proveito Agora que repousas lentamente sigo a curva do teu peito procuro o segredo do teu cheiro Juntos fomos correndo lado a lado Juntos fomos sofrendo ter amado Amas a vida e eu

Xutos & Pontapés

Voar

Eu queria ser astronauta o meu país não deixou Depois quis ir jogar á bola a minha mãe não deixou Tive vontade de voltar a escola mas o doutor não deixou Fechei os olhos e tentei dormir aquela dor não deixou. Ó meu anjo da guarda faz-me voltar a sonhar faz-me

Xutos & Pontapés

Negras Como a Noite

Com mãos de veludo Negras como a noite Tu deste-me tudo E eu parti Um homem trabalha Do outro lado do rio Com as suas duas mãos Repara o navio Está sozinho e triste Mas tem de aguentar Já falta tão pouco Para poder voltar Vai ficar tudo bem Isso eu sei Vai ficar tudo

Xutos & Pontapés

Menina Estás à Janela

Menina estás à janela com o teu cabelo à lua não me vou daqui embora sem levar uma prenda tua sem levar uma prenda tua sem levar uma prenda dela com o teu cabelo à lua menina estás à janela Os olhos requerem olhos e os corações corações e os meus

Xutos & Pontapés

Ai Se Ele Cai

Todos os dias te vejo Todas as noites te quero E eu vou procurando Um sinal em ti Que me faça rir E eu espero e nunca mais vem Vou tirando fotocópias E vou pensando em ti E vou adivinhando todos desejos E todos beijos Que temos para trocar De tanto querer De