Menu

Zarastruta - Letras e Músicas

Zarastruta

Mente Fértil

Eu me perco no teu olhar teu corpo é de admirar Forma de um violão e eu locão pra nele tocar Me abraça e falta o ar, bem vinda Em qualquer lugar e difícil é termo pra te comparar Eu não tenho nada alem de

Zarastruta

Tretas Roxas

Era uma bela, boa, louca boca Formato bonito, moça Vem falar comigo, toda bela e sensual Com uns papos de boteco, e eu mineiro comi quieto E te falei que esse domingo a festa é la no meu quintal E ela só dizia "my love" E eu

Zarastruta

Essa Vai

Essa é pros amigos, pros irmãos, pros camaradas Pros colegas das bongadas, pras santinhas Pras safadas, pras marrentas, pras danadas Pra familia tudo é nada, nada é tudo E quem tá comigo não tá mudo na parada Essa vai pra quem fecha comigo na pior E quando

Zarastruta

Cigarro

Hoje o meu irmão pagou o meu maço Eu tava sem grana, pra variar E do mês ainda é a segunda semana Eu fui me encontrar Quinta feira em doses de cana Abraços perdidos, todos tão diluidos Um par de havaianas E os dois pés no chão igual

Zarastruta

Sem Caô

Ainda tem quem vem bem Quantos tao na cena pra falar o que tem, hein? Eu não Ces falam muito bem, mas é na atitude que nós cobra um vacilão Ces pagam de pá, pagam de pã Ladrão porra nenhuma Vem, bota a cara, testa a mente

Zarastruta

Cadeira Confortável (feat. Costa Gold)

Eu luto por cadeira confortável No buteco, traz meu caneco Que o papo é reto Os garçons comédia eu veto Meu figado é de concreto E eu, luto por cadeira confortável no buteco Madyone: Enfim chegou sexta feira E eu to largado Enfrentei horas de pico Transito e busão lotado Guerreiro de

Zarastruta

Crônicas de Um Babaca, VOL.1

Alo, João? Aqui é sua consciencia Tamo eu e seu senso de ridículo aqui E a gente ta querendo te dar um recado Cê num atende, num fala mais com a gente Quando escutar essa mensagem (ah, palhaçada, mano) retorna Tu é burro pra caralho! (se

Zarastruta

Babylon Dreams (part. Predella)

Ouvi dizer que eles não sabem de nada Condizem com nada Pra viver o nada. Ouvi dizer que isso aqui não é real Ta muito normal, Eu sei E eu sinto uma conexão fora do comum Quando acordo inspiradão e torro um... Bate aquela sensação e da um zoom, Ja

Zarastruta

Por Pouco (part. DJ Cost)

Eu estive lá Enquanto ninguém via Cada madrugada fria E eu me encontrei só Enquanto o destino agia Mais uma casa caía Não consegui ajudar e senti dó Mas ja é hora de levatar dos escombros Não seja vítima de você mesmo A vida é feita de acertos e tombos E

Zarastruta

Risca Linha

Ontem eu tava afim de surfar nesse mar azul do céu Nesse mar azul do teu olhar, que me lembra uma folha de papel Branca e cristalina, mina linda! Risca a linha, bela tinta Uma aquarela, mar aberto Uma caneta na mão de um poeta certo Eu

Zarastruta

Quando Eu Era Moleque

Não vou dizer quando eu sair E me encontrar longe de você Eu vou partir quando amanhecer Sem te contar que hoje eu cresci Mesmo sabendo que amo você Eu vou mentir quando perguntar São só palavras e eu to guardando todas elas pra fazer Um hit e

Zarastruta

Sasha

Mano, foi um arregaço na mente do marginal Ce nem imagina, foi quase um acidente fatal Naquela noite, tava tudo normal Até que ela veio E a vida deu um mortal Ela me me perguntou se eu tava só E eu ja pensei: "nó!" E respondi: "eu tô!" Daí

Zarastruta

Pillaco

Só pra ver o sol nascer eu Desci as escada o prédio, deixei de lado os problemas sem tédio Mesmo esquema pra te fazer feliz 22 Horas eu na estação, dois busão Pra aterrizar na prudente, mano é take it easy Gravação, estúdio fernal Enquanto o mini

Zarastruta

Por Pouco

Eu estive lá Enquanto ninguém via Cada madrugada fria E eu me encontrei só Enquanto o destino agia Mais uma casa caía Não consegui ajudar e senti dó Mas ja é hora de levantar dos escombros Não seja vítima de você mesmo A vida é feita de acertos e tombos E

Zarastruta

Mundão Verdão

Eu imagino um mundão verdão sim! Com varios purple haze E quilometros de green Sem coxinha pra te enquadrar, ou oprimir Com coxinha pra laricar, raggae pra ouvir Não há corrupção, e problemas não existem Fumei um baseadão de skunk com haxixe E não adianta, não adianta O mundo

Zarastruta

Por Pouco (Parte II)

Eu tava cansado de geral que olhava pra mim e Não me via como eu era Isso me matava por dentro, fi É nego, ja pensei em perder pro medo Fiz minhas malas, construí meu enredo La fora o frio bate mais cedo E tem varios pra

Zarastruta

Debaixo da Chuva

Debaixo da chuva, chuva, chuva O céu vai se abrir de um jeito diferente Debaixo da chuva, antes de abrir sua boca, abra sua mente [2x] Dias de chuva, e noites de calor No fundo, todo o mundo só precisa de amor A coletividade pra fluir E

Zarastruta

E Ai Moleque

E ai moleque vê se tu endireita Com esse teu olho fundo e essa barba mal feita Teu estilo é vagabundo Tua mina gosta, mas o teu sogrão não aceita E ai moleque vê se tu endireita Com esse teu olho fundo e essa barba mal